Análise gráfica x Análise fundamentalista

Atualizado: 11 de mai. de 2021

Aqui vamos falar um pouco sobre este assunto, e você pode aprenderá uma pouco mais sobre este mercado e qual deve ser a análise a ser feita.


No mercado de renda variável é comum ouvirmos ou lermos sobre estes dois tipos de análise. Geralmente, temos os defensores de cada uma delas tentando afirmar sua superioridade. Entretanto, você sabe o que são e como estas duas abordagens podem te ajudar na decisão de compra ou venda de ações?


Vamos começar pela análise fundamentalista.


A análise fundamentalista é a principal ferramenta para entender e estudar os fundamentos econômico-financeiros de uma empresa. Tem como base o uso de dados econômicos, indicadores do mercado financeiro, balanços e resultado das empresas


Em outras palavras, ela serve para ajudar o investidor a avaliar como está a saúde financeira e operacional da empresa e, assim definir se é interessante, ou não, investir dinheiro em suas ações negociadas na bolsa de valores.

Ou seja, através da análise fundamentalista é possível visualizar uma espécie de raio-X das empresas, entendendo como estão os fatores que afetam o seu desempenho e consequentemente o valor de suas ações.


Por meio dela, o investidor avalia a saúde financeira das empresas, o cenário econômico em que elas estão inseridas e estipula um “preço justo” para as ações considerando o seu histórico e potencial de gerar valor no longo prazo.

Isso representa uma grande vantagem, uma vez que os preços das ações muitas vezes são negociados por valores muito diferentes dos fundamentos das empresas, podendo estar:

  • Sobrevalorizando: indica que você deve vender as ações.

  • Subvalorizando: indicando que você deve comprar as ações.

Logo, nem é preciso falar que uma análise fundamentalista bem feita pode render ótimas oportunidades de investimento e fazer seu dinheiro crescer.


Chegou a vez da análise técnica.


É a prática de medir as flutuações futuras do preço de uma ação analisando suas atividades passadas. Este método envolve a procura de padrões gráficos e o exame de outros dados históricos relacionados a preço e volume de ações negociadas.

Ela é utilizada para descobrir tendências de curto, médio e longo prazo.

A análise técnica de ações supõe que toda informação pertinente sobre a empresa é conhecida e portanto é precificada no valor atual da ação, incluindo os dados chaves. Utilizando o preço e o volume de ações negociadas, os analistas técnicos tiram conclusões sobre as tendências de oferta e demanda da ação.

Esse tipo de análise é mais uma forma de olhar o mercado, porém é a mais apropriada para prever quando o preço vai subir, cair ou se manter para aqueles que esperam boas oportunidades no mesmo dia, na semana ou desejam se desfazer rapidamente de uma posição.


E aí, conseguiu entender? Bom, agora que já vimos as duas análises, você já pode escolher qual a melhor para o seu perfil ou até mesmo combinar as duas para uma melhor tomada de decisão no mercado acionário.


Siga no Instagram: https://instagram.com/ajinvestimento?igshid=rsrd6d85ne2b



15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo